Coritiba e Atlético tem clássico cancelado com polêmica envolvendo transmissão

Federação Paranaense de Futebol impede realização de jogo enquanto houvesse profissionais envolvidos com transmissão do jogo pelo YouTube; clubes alegam retaliação

Compartilhe

Receba nossa newsletter
Setembro de 2017 Edição do Mês

Da Redação


 

O clássico entre Coritiba e Atlético, jogo mais tradicional do futebol paranaense, estava marcado para ser realizado neste domingo pelo campeonato local sob uma circunstância histórica: seria o primeiro jogo oficial da história no Brasil a ser transmitido oficialmente pelo YouTube e pelo Facebook de maneira gratuita à seus torcedores.

Mas o clássico não ocorreu. Os times estavam a postos no gramado, mas o árbitro não permitiu que o jogo começasse enquanto a equipe de transmissão do jogo pela internet estivesse no estádio. Os clubes impediram que os profissionais de imprensa fossem expulsos e, após muito debate, o jogo foi cancelado.

Segundo o árbitro da partida, a ordem para que o jogo não acontecesse veio da Federação Paranaense de Futebol (FPF), que alegou que os profissionais não estavam credenciados para estar no local. Já os clubes afirmam que houve retaliação por conta da transmissão na internet.

A Rede Paranaense de Comunicação (RPC), afiliada da Rede Globo no Estado, é a detentora dos direitos de transmissão do campeonato. Coritiba e Atlético, porém, não chegaram a um acordo da emissora, alegando que os valores oferecidos para a compra dos direitos foi muito baixa – R$1,5 milhão para cada clube. Dessa maneira, não houve acordo, nenhum dos times terá seus jogos televisionados e os clubes optaram por esse formato inédito de transmissão. A própria Federação esteve envolvida na negociação dos direitos.

A briga entre os clubes e a Federação deve acabar na Justiça Desportiva e o jogo deve ser remarcado. Atlético e Coritiba não abrem mão do novo formato de transmissão e devem seguir com esse posicionamento até a definição da data do próximo jogo entre os rivais.

Notícias Relacionadas